Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘efeito platô’

Isso porque a espertalhona aqui esqueceu o cabo do celular em casa e não tem como postar fotinhos! Mas pelo menos as dicas vem de um ótimo lugar… Revista Boa Forma, sempre me salvando!

Eu que fui lá para procurar meios de combater o efeito platô (eu mal comecei a dieta e já tô sofrendo desse mal), achei uma dica MUITO boa aqui para o blog: Perca peso no quilo!

Exatamente!

É um cardápio completo com todas as refeições, mas focando o almoço – horário que a maioria de nós está no trabalho e nem sempre leva uma comida caseira. Eu mesma anotei várias dicas, pois tem aqueles dias (como ontem) que é muito difícil resistir e queremos comer algo mais apetitoso. Para ver a matéria completa, só clicar aqui!

Apesar de ter extrapolado todos meus pontos e alguns mais ontem depois que cheguei em casa (sabe quando problemas pessoais e familiares te deixam em um ponto que só comida resolve? Sei que fui fraca, mas compenso ao longo da semana e rezo para funcionar), essas matérias me deram um ânimo maior, Hoje de manhã medi minha cintura e o meu volume gigante de gordura abdômen e tinha perdido 2 centímetros em cada. Será que já é a massa magra fazendo meu corpo mais pesado?

#vemnimim Dra. Endócrino para eu ter todas essas respostas!

Beijos e bom feriado!

Anúncios

Read Full Post »

Eu faço dieta sem reclamar muito… tudo bem que falo de comida o dia todo (ainda quando encontro blogs como o do Marcel), mas tenho segurado muito bem a onda. E malho, 3 vezes na semana, intensamente.  Pontos extras me permitem algumas regalias… e nem sempre aceito todas, mas aceito algumas… só que hoje está FODAAAA!!!

Estou morrendo de fome, morrendo de vontade de comer doce, puta da vida que a balança não desceu um pontinho sequer… fora os fatores externos que, pouco a pouco, estão acabando comigo! E mesmo assim, eu resisti um pouquinho na hora do almoço.

Hoje eu e o pessoal da Redação do R7 fomos almoçar no Restaurante da Fazenda, pertinho aqui da Record. É um restaurante mega diversificado: tem saladas, sobremesas, comida japonesa, frutos do mar, gostosuras, churrasco… ai tentação!

Sushis, pastéis, paella e cocada de colher…. difícil resistir né? Então, eu me entreguei um pouquinho… de fato, na hora que etsava comendo eu achei que tinha perdido até os pontos reserva, mas mexendo agora na minha calculadora… percebi que comi poucos pontos, mas uma refeição nem tão saudável assim!

Vamos lá: caneloni de ricota e peito de peru, brocólis, cenoura, camarão, bolinho de carne seca e abacaxi com um pouco de cocada. Se vocês repararem  – e compararem com minhas outras refeições – meu prato está pequeno. Fato é: eu até comi (quase) tudo que estava com vontade, mas ainda estou com fome, bebendo água até pela orelha para enganar o estômago! Na minha dieta é recomendada de 8 a 9 pontos no almoço e eu almocei 7.

Pensei em voltar ao buffet e detonar TODA a dieta comendo pavê de brigadeiro, torta de morango, pudim de leite com leite condensado e mais cocada. Porque eu estava com vontade? Não! Porque eu não estou vendo nada surtir efeito… e nada é mais frustrante de que tentarmos, tentarmos e tentarmos e morrermos na praia!

Voltei para o trabalho bem deprê… e marquei uma endócrino! Vamos lá saber se estou com algum problema hormonal (eu já tive hipotiroidismo, vai que atacou de novo!) e o que podemos fazer para essa balança se mexer! Mas o importante é não se entregar… eu não me entreguei, por mais auto destrutiva que seja, quero muito mais entrar nas minhas calças jeans!

Ah… e o docinho e as frituras? Poder, pode… de vez em quando, afinal ninguém é de ferro e eu, graças, não preciso ter um corpo trincado para viver! Mas olha o resultado: quis matar minha vontade e estou com fome… tem que estar disposto a pagar o preço!

Ah… eu não comi o bolinho de carne seca viu? (E nem o bacon da batata e nem o abacaxi todo – tava azedo). Me deu crise de consciência no primeiro pedacinho (bom que matei a vontade só com a pontinha)… eis a prova:

Mas vamos lá, seguir em frente…  pois se o ponteiro da balança não abaixar, pelo menos ele não está subindo! E força na endócrino!

Beijos.

Read Full Post »

O ruim de trabalhar longe de um grande centro comercial (e longe de tudo) e não ter carro é que você fica dependente dos mesmos restaurantes – o que nem sempre é ruim, dependendo da qualidade. Eu já falei do Wok aqui e hoje, acompanhada da Danny Pinotti, Pedro Haidar , Paulo Veronezze e Tiguiçola, fomos para lá.

Sempre me dói ter que deixar uma feijuca de lado – quero me empaturrar até minha barriga saltar por cima do cós –  mas tendo em vista Festa do Adorno, casamento da Ju e minha vontade de entrar nas minhas calças antigas, fiz um prato mais light!

Arroz, feijão preto (só caldinho), alface, palmito, cenoura, couve refogada, 1 pedaço de filé mignon (pois é, não aguentei comer os dois pedacinhos) e manga. O prato tá assim zoadinho porque eu já estava comendo quando lembrei de tirar a foto. E ontem? Eu dei um exemplo de força de vontade no Applebee’s – só peixe, legumes e milho – mas só lembrei da foto quando restou apenas a couve-flor, argh!

Mesmo assim, eu acho que ainda não estou emagrecendo… e isso tem me deixado bastante triste… alguém tem algum truque, alguma dica? Bom, pelo menos eu não chutei o pau da barraca… cada dia mais contando com o incentivo de vocês por aqui, pelo twitter e do Maridão lá em casa!

Aguardo notícias!

Beijos.

Read Full Post »