Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘café da manhã’

Volta às aulas da filhota significa acordar mais cedo para entrar/sair mais cedo do trabalho – evitando assim a multidão que invade o terminal Barra Funda depois das 17h30 – e, consequentemente, não tomar café da manhã em casa.

Aí pensei: “pronto, agora que o restaurante do trabalho que fazia o café da manhã dos sonhos, e levinho, fechou, lascou. Vou zoar os pontos!”

Mas que nada…

Deu para seguir meu cardápio direitinho, sem maiores problemas! Parece – e é – pouca comida, mas com casamento na sociedade ribeirão pretense (ou seria ribeirão pretana?) vindo aí, tem que colar a pele noso ossos. Claro, tudo dentro da normalidade da dieta… é só segur com mais afinco!

Uma dica, para quem adora uma boa história e tem um pouco de estômago fraco, é o livro aí do lado: Anno Dracula, do Kim Newman. A história é que Van Helsing não matou Drácula, pelo contrário, foi empalado pelo próprio e o Conde desposou a Rainha Vitória, governando a Inglaterra em uma época em que clubes secretos, vampiros anciãos e muita miséria se espalham. Sem contar que a história ainda traz o Dr. Jekyll, Jack  O Estripador e põe autores consagrados (o próprio Bram Stoker e Oscar Wilde) no meio dessa mistureba.

Bom eu estou viciada, mas o detalhamento dos assassinatos pode chegar a tanto, que até encaro um café da manhã assim, sossegada!

#ficadica

Beijos

Read Full Post »

Hoje eu esqueci de trazer meu lanchinho de casa, então fui até um dos restaurante da Record, o Gran Chef.

Sabe aqueles cafés da manhã de hotel, que só de olhar engorda? Pois é, aqui é igualzinho…

Olha a parte de salgados:

Pão de queijo, mistinho, salsicha, ovo mexido, purê, risoles, coxinhas, bolinhas de queijo, torta de carne… isso sem contar os pastéis e a variedade de pães!

E os doces?

Tinha bolo de limão, bolo de banana, bolo de queijadinha, pãezinhos recheados com creme, pãezinhos recheados com chocolate, bolinhos de chuva e muito mais. Sinceramente, a vontade que eu tenho é mergulhar de cabeça em tudo isso aí e comer até sentir minha barriga doer… principalmente em dias que você recebe notícias ruins e isso abala você. É quase impossível resistir à tentação de senitr o prazer que só a comida traz. Mas aí eu olho para certas coisas…

Eu disse que minhas calças não fechavam mais, não disse? Só que eu amo essa skinny da foto e o único jeito de usá-la agora é colocando um alfinete entre a calça e o zíper para que eu não fique com a braguilha aberta. Vendo isso é que me lembro que tenho que aprender a comer e me sentir feliz com a decisão que eu tomei: emagrecer. Pois na verdade, reeducação alimentar é estilo de vida. Não só pela aparência, mas pela saúde.

Em conversa com uma amiga por e-mail, ela escreveu algo que refletiu exatamente tudo o que eu penso:

(…) aí que tá, as pessoas têm imagens erradas de dieta. o que eu estou fazendo não é dieta no sentido para emagrecer, como a Mi. a minha dieta é uma melhor consciência alimentar baseada no meu (e só meu) corpo. todo mundo é diferente e digere nutrientes de maneiras diferentes. (…)  novamente, não quer dizer que eu não possa comer o que eu quiser, mas EU ESCOLHO comer melhor. não porque eu quero viver mais ou nada dessas baboseiras, mas porque eu sei o que é melhor pra mim, eu tenho o controle sobre o meu corpo e eu decido como ele deve ser tratado. e grande parte dessa escolha é não maltratar o meu corpo quando se faz a dieta do “como tudo, depois não como nada, depois como tudo, depois não como nada.” é que ainda estamos na faixa 25-30, mas daqui a uns 5 anos, todo mundo aqui já vai bem começar a sentir a consequência das escolhas que se faz na vida. (…) ao invés de fazer uma dieta em que se emagrece hoje, se engorda amanhã, depois emagrece de novo, depois engorda de novo. porque daqui uns (poucos) aninhos, o metabolismo de todos nós estará diferente e vai chegar uma hora que não vai mais existir o “engorda, emagrece” porque o corpo vai parar no “engorda,” e aí eu quero ver neguinho reclamando e tentando correr atrás de danos irreversíveis. palavra de quem um dia perdeu 20 kilos.”

Entenderam o recado?

😉

Eis aqui meu lanchinho:

E só fui de cream chesse tradicional porque não tinha o light… mas para reduzir os danos, comi só a metade do potinho!

Beijos!

Read Full Post »